O garoto de dois milhões de anos


Na próxima quinta feira (2 fev. 2012) o NatGeo Channel (dos EUA) vai exibir a estreia de um documentário sobre a ossada de um hominídeo de 2 milhões de ano que foi encontrada na África do Sul.

O hominídeo, batizado de Australopithecus sediba, e datado como tendo em torno de 1,977 milhão de anos de idade foi encontrado por acaso pelo filho do pesquisador Lee Berger.

No dia 15 de agosto de 2008, o garoto Matthew Berger andava no entorno do local de escavação realizado pelo pai Lee Berger, e por acaso encontrou um osso fossilizado, que relevaria ser uma grande descoberta na paleoantropologia.

No documentário os pesquisadores tentam imaginar o que teria ocorrido na ocasião da morte do Australopithecus. Teria ele sofrido um acidente pelo desespero na busca por água?

Tags:

Escreva um comentário